Habitação ou obra de arte?

habitação moderna

Habitação ou obra de arte?

Uma casa de arquitetura moderna, com linhas retas e inspiração em artistas como Klimt, Hokusai e Van Gogh. Este era o desejo do cliente, a partir do qual esta habitação foi projetada.

As fundações já lá estavam. Por isso a forma como cada espaço foi trabalhado, assim como a escolha dos próprios materiais, foram cruciais na nova identidade desta habitação.

Na fachada exterior, o revestimento cerâmico a imitar pedra natural foi a aposta principal. As ripas de madeira e o ferro nas vigas ajudaram ainda a traçar a horizontalidade do edifício, conferindo-lhe uma aparência mais moderna.

Ainda no exterior, foi aprovado o logradouro como espaço de refeições protegido com uma cobertura ripada em madeira. Já os pavimentos são em deck, em todo o redor da habitação.

Espaços dinâmicos e divertidos

Através dos materiais selecionados foi feita a ligação ao interior, onde cada área tem a sua própria identidade. Na sala de estar, o desnível do chão com sofá embutido dá um toque inesperado, resultando ao mesmo tempo num ambiente acolhedor.

De forma a harmonizar os espaços e permitir uma maior entrada de luz, a cozinha e o escritório são visíveis entre si, sendo que o escritório permite a utilização de duas pessoas em simultâneo.

As obras de arte presentes em toda a casa em harmonia com as cores utilizadas são o toque final num projeto com espaços dinâmicos, coloridos e divertidos.

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *